Sistema de Lupa activo | Voltar vista normal
NOTÍCIAS 
CREOULA

Municípios querem recuperar o navio que deu «mais de 20 voltas ao mundo»

Um conjunto de instituições, entre elas a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) e as câmaras de Ílhavo e de Aveiro, está a tentar encontrar uma solução para levar por diante a recuperação do antigo lugre bacalhoeiro Creoula – se o projecto avançar, a embarcação passará algumas temporadas ancorada no Porto de Aveiro, aberta a visitas.

Actualmente, e desde há cerca de um ano, decorrem negociações que poderão resultar num protocolo envolvendo vários parceiros: o Ministério da Defesa (que é o proprietário da embarcação); a Marinha Portuguesa (a quem está concessionada como navio de treino de mar); os municípios de Aveiro, Ílhavo e Lisboa e a CIRA. O processo encontra-se ainda numa fase muito embrionária, mas o objectivo é conseguir a reabilitação do navio, o que poderá implicar um investimento entre os sete e os oito milhões de euros. A ideia de base é que o Ministério da Defesa assuma metade desse montante, sendo os restantes distribuídos pelas outras entidades, ainda sem uma definição clara de valores e repartição dos custos.

para ler na íntegra aqui