FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Porto de Pesca Costeira | Aveiro (2) - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro em movimento #2 - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro | Porto de Abrigo para a Pequena Pesca (2) - VÍDEOFOTO

«Ílhavo Sea Festival 2016» no Porto de Aveiro (12) | VÍDEOFOTO

Pás Eólicas no Porto de Aveiro - VÍDEOFOTO

De Aveiro a Cacia - Imagens aéreas

“KARINA G” no Porto de Aveiro | Filmagens com drone | 1

“HC OPAL” no Porto de Aveiro | Filmagens nocturnas com drone | 4


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo




FOTOS

 Salinas

Salinas
SLIDESHOW



ÍLHAVO
5,6 milhões de euros para reabilitação do antigo Forte da Barra

Está dado mais um passo para que o antigo Forte da Barra, em Ílhavo, possa receber uma unidade hoteleira. Dia 29 foi assinado o contrato de concessão, por 50 anos, entre a sociedade AM+PM e a Administração do Porto de Aveiro (APA).

De acordo com o contrato de concessão, está previsto um investimento no edificado de 5,6 milhões de euros. E estão também a ser estudados para o local outros projetos, a ser realizados pela Câmara Municipal e pela APA.

Este era "um sonho com muitos anos" da Câmara de Ílhavo e do Porto de Aveiro e será "um investimento para o futuro", do ponto de vista de Ângela Ferreira, secretária de Estado Adjunta do Património Cultural, que esteve presente na cerimónia, juntamente com Teresa Monteiro, secretária de Estado do Turismo.

Álvaro de Melo, um dos promotores da sociedade, não escondeu "o namoro de anos" pelo Forte da Barra e confessou ver "potencial nesta zona e no núcleo urbano que ali está, que é a continuidade da parte final do Jardim Oudinot, que precisa ali de um fecho". Apesar de considerar "cedo para definir a totalidade do projeto", Álvaro de Melo crê que, "daqui a três anos e meio", estará a inaugurar um espaço ligado ao turismo, nomeadamente hotelaria, alojamento, restauração e atividades náuticas.

Os investimentos na zona do antigo forte não vão ficar por aí. Fátima Alves, Presidente da APA, revelou que tem a pretensão de reabilitar todo o espaço envolvente à fortificação. "Pretende-se criar uma estrutura que possa servir como espaço depositário da História e da memória do Porto de Aveiro e da história da evolução morfológica recente da região do litoral aveirense", adiantou. Para isso, a APA vai apresentar uma candidatura, juntamente com a Câmara e com a Universidade de Aveiro, para a requalificação de mais dois edifícios - que já serviram como armazéns da antiga Junta Autónoma -, localizados em frente ao antigo forte.

fonte
 




Data: 2020-11-04



Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Confidencialidade

feed
mapa
Publicidade