FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Porto de Pesca Costeira | Aveiro (2) - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro em movimento #2 - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro | Porto de Abrigo para a Pequena Pesca (2) - VÍDEOFOTO

«Ílhavo Sea Festival 2016» no Porto de Aveiro (12) | VÍDEOFOTO

Pás Eólicas no Porto de Aveiro - VÍDEOFOTO

De Aveiro a Cacia - Imagens aéreas

“KARINA G” no Porto de Aveiro | Filmagens com drone | 1

“HC OPAL” no Porto de Aveiro | Filmagens nocturnas com drone | 4


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo




FOTOS

 Família Unida

Família Unida
SLIDESHOW



REFORÇO DO CORDÃO LITORAL A SUL DA COSTA NOVA
Alberto Souto de Miranda anuncia início das obras já em Maio

As obras de reforço do litoral costeiro entre o sul da praia da Costa Nova, em Ílhavo, e a praia da Vagueira, em Vagos, “devem começar em Maio e irão até Setembro.”

Anúncio feito por Alberto Souto, Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações – Infraestruturas e Habitação, esta segunda-feira, após a assinatura, por via electrónica e em videochamada, da consignação da empreitada que é considerada “fundamental para o Porto de Aveiro” e para a “defesa do cordão dunar a sul da Costa Nova”.

São 12 milhões de euros para “desmontar a ‘duna’ artificial “que há muitos anos se encontrava no porto, com queixas várias das populações”, permitindo dragar a ‘ilha’ para concluir a infraestuturação da Zona de Atividades Logísticas e Industriais (ZALI) do porto.

Segundo o governante, a intervenção irá, assim, reforçar a competitividade portuária e depositar mais de dois milhões de metros cúbicos no mar “visando defender a zona da Vagueira”.

O volume total de areias a retirar e dragar da Zona de Atividades Logísticas e Industriais (ZALI) do Porto de Aveiro, transportar e a repulsar para o troço costeiro a sul da barra de Aveiro, entre a Costa Nova (Ílhavo) e Vagueira (Vagos), será de 2.375.000 metros cúbicos.

A empreitada, com um prazo de execução de 136 dias, deverá realizar-se entre maio e setembro, em período de baixa ondulação (menos de dois metros) e sempre respeitando as marés, por motivos relacionados com a operação das dragas e o bombeamento/repulsão de areias para a zona imersa das praias.

A deposição de sedimentos a sul da praia da Costa Nova terá um efeito de combate à erosão que irá beneficiar toda a frente marítima até à Vagueira, considerada uma das zonas mais frágeis do litoral português devido ao avanço do mar, provocado pelas alterações climáticas registadas nas últimas décadas.

FONTE: Notícias de Aveiro / LUSA

Foto: Alberto Souto de Miranda no Porto de Aveiro, a 29.01.2020




Data: 2020-04-21



Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Confidencialidade

feed
mapa
Publicidade