FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Porto de Pesca Costeira | Aveiro (2) - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro em movimento #2 - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro | Porto de Abrigo para a Pequena Pesca (2) - VÍDEOFOTO

«Ílhavo Sea Festival 2016» no Porto de Aveiro (12) | VÍDEOFOTO

Pás Eólicas no Porto de Aveiro - VÍDEOFOTO

De Aveiro a Cacia - Imagens aéreas

“KARINA G” no Porto de Aveiro | Filmagens com drone | 1

“HC OPAL” no Porto de Aveiro | Filmagens nocturnas com drone | 4


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo




FOTOS

 Crayon

Crayon
SLIDESHOW



FAROL DA BARRA DE AVEIRO
Um gigante, com uma vista incrível, a celebrar 125 anos

O farol de Aveiro, o mais alto de Portugal, está a assinalar os 125 anos de actividade. O edifício já não "ronca", mas continua a funcionar e a ser a casa de cinco famílias. A TSF foi visitá-lo.

É lá do alto dos seus 66 metros que sai um relâmpago de luz para assinalar às embarcações onde está a costa e o Porto de Aveiro. Era também daquela estrutura que saia o som da "ronca do farol", mas uma norma europeia calou-a para sempre. Os sinais sonoros a ar comprimido, como era o aviso de nevoeiro, foram proibidos pela União Europeia no início dos anos 2000.

Desativam-se umas tecnologias, mas adicionam-se outras. É o caso do sistema "Costa Segura" que está a ser implementada em boa parte dos faróis nacionais e que o de Aveiro já tem. É composto por um radar que permite acompanhar os movimentos das embarcações até 24 milhas náuticas e, à noite, ativam-se as câmaras de visão noturna com um alcance de 3km.

O farol agora é mudo, mas não é por falta de habitantes. A guarnição que cuida dele e dos seus cerca de 70 assinalamentos (outras ajudas à navegação) é composta por cinco homens. Todos eles e as respetivas famílias vivem no edifício. O chefe-faroleiro admite que tanta proximidade, por vezes, resulta em conflitos, mas tudo se resolve. E depois há até crianças a correr pelos seus corredores.

O que também não falta são visitantes. Este ano bateu-se um recorde: 14 mil. Nogueira da Silva, o chefe faroleiro está satisfeito com esses números. Não é fácil cuidar de um mecanismo tão precioso como o farol, estar atento aos assinalamentos e ainda fazer visitas guiadas (semanalmente, à quarta-feira) ao topo do farol.

MAIS DETALHES PARA OUVIR AQUI
 




Data: 2018-10-22



Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Confidencialidade

feed
mapa
Publicidade