FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:

DESTAQUES

Porto de Pesca Costeira | Aveiro (2) - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro em movimento #2 - VÍDEOFOTO

Porto de Aveiro | Porto de Abrigo para a Pequena Pesca (2) - VÍDEOFOTO

«Ílhavo Sea Festival 2016» no Porto de Aveiro (12) | VÍDEOFOTO

Pás Eólicas no Porto de Aveiro - VÍDEOFOTO

De Aveiro a Cacia - Imagens aéreas

“KARINA G” no Porto de Aveiro | Filmagens com drone | 1

“HC OPAL” no Porto de Aveiro | Filmagens nocturnas com drone | 4


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo




FOTOS

 Praia da Barra

Praia da Barra
SLIDESHOW


RÁDIO VOZ DA RIA | COMUNIDADE PORTUÁRIA DE AVEIRO EM FOCO

O Espaço da Comunidade Portuária de Aveiro destaca, nesta edição, uma arte antiga ligada à Ria de Aveiro: as marinhas do sal. A laguna tem a maior plantação de salicórnia do país.



Através de uma simples análise química das conchas e dos tecidos dos bivalves, uma equipa de biólogos da Universidade de Aveiro (UA) descobriu ser possível confirmar exatamente a origem geográfica dos organismos comercializados. O teste, de forma rápida, barata e segura, promete facilitar o combate ao comércio ilegal que anualmente coloca no mercado mundial milhões de toneladas de bivalves com risco para a saúde pública. Na Galiza, onde estão alguns dos maiores produtores de bivalves, já estão de olho no ‘detective’ de bivalves da UA.



MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Já está a decorrer o concurso "Novas Vistas Lumière”, uma competição fílmica de pequenos registos, inspirado nos filmes dos irmãos Lumiére, realizados no início da arte cinematográfica. Este concurso destina-se a jovens e adultos, a partir dos 12 anos, e integra o Mar Film Festival - evento cuja segunda edição, se realiza entre os dias 19 e 21 de abril, no Museu Marítimo de Ílhavo, em parceria com o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra.



3 E 4 DE MARÇO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Em março, as Visitas à Bolina destacam um conjunto de cigarreiras, cachimbo e boquilhas - objetos objetos de uso pessoal faziam parte do quotidiano das tripulações de pescadores de bacalhau. O hábito do tabaco era generalizado e distribuído pelos oficiais a cada um dos tripulantes (por viagem eram distribuídos a cada pescador 3Kg de tabaco francês).



RÁDIO VOZ DA RIA | COMUNIDADE PORTUÁRIA DE AVEIRO EM FOCO

O Espaço da Comunidade Portuária de Aveiro destaca, nesta edição, a conferência «A Economia Portuguesa e a Indústria 4.0: o Cluster do Mar», que decorreu em Aveiro, numa organização conjunto do município local e do Fórum Oceano.

O encontro serviu para conhecer alguns dos principais «Projectos de Inovação para o Mar», bem como antecipar as «Implicações económicas e empresariais da digitalização da economia do Mar», ou ficar a par de iniciativas em curso para adaptar as empresas à Indústria 4.0.



«ENTRE O MAR E A RIA»

A EB 2,3 da Gafanha da Encarnação está a promover, desde ontem, as suas jornadas que, este ano, são subordinadas ao tema “Entre o Mar e a Ria”. Nestes dois dias, não há aulas, estando os alunos totalmente focados nestas actividades. A iniciativa conta com cerca de 30 oradores convidados, entre professores da Universidade de Aveiro (do ramo do Ambiente e Biologia), entidades como a Capitania do Porto de Aveiro e várias empresas que laboram nas áreas do turismo, pesca, cultura e gastronomia.



RÁDIO VOZ DA RIA | COMUNIDADE PORTUÁRIA DE AVEIRO EM FOCO

O Espaço da Comunidade Portuária dá, nesta edição, grande destaque para um projeto que envolve o ISCIA - Instituto Superior das Ciências da Informação e Administração de Aveiro. O ISCIA tornou-se uma das entidades parceiras do projeto europeu ONBOARD, que é dirigido à formação na área portuária.
Um projeto que conta com a participação de seis entidades de três países diferentes (Portugal, Reino Unido e Irlanda), sendo coordenado pela empresa portuguesa de consultadoria INOVA+.



Único no país e no mundo, objecto de estudos, livros, teses, publicações, o moliceiro ainda não está inscrito como Património Imaterial Nacional, na Direcção Geral do Património Cultural. Custa a acreditar, mas é verdade.



RÁDIO VOZ DA RIA | COMUNIDADE PORTUÁRIA DE AVEIRO EM FOCO

O Espaço da Comunidade Portuária de Aveiro regressa com um destaque especial ao artesão aveirense Fernando de Lima Carvalho. Um dos poucos ceramistas que restam em atividade na região fala do seu trabalho na oficina Felica, em Esgueira, de onde saem peças em barro para todo o mundo.
 



É Carnaval e os bacalhaus não levam a mal! Nesta época carnavalesca, os bacalhaus são os reis da festa e as crianças são os convidados especiais. Prometem-se dois dias bem passados, com oficinas e uma visita especial.



O Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, foi eleito, no dia 22, primeiro vice-presidente da Mesa da Secção de Municípios com Actividade Piscatória e Portos, da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP). A mesa tem o município de Portimão na sua presidência, o município da Figueira da Foz também como vice-presidente e como vogais os municípios de Sesimbra e da Póvoa do Varzim.



ESTE SÁBADO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Este sábado, dia 3 de fevereiro, entre as 10:00 e as 12:30, a TEAM - Truques & Engenhocas Associação Modelismo promove uma Oficina de Nautimodelismo no lago do Museu Marítimo de Ílhavo. A entrada é gratuita.

 



O Presidente da Câmara de Ílhavo, Fernando Caçoilo, que terça-feira participou numa reunião com a ministra do Mar, disse ter ficado confiante no futuro e consolidação do Centro de Inovação e Tecnologia em Aquacultura (CITAQUA).

“A forma expressiva como a Ministra Ana Paula Vitorino demonstrou interesse e abertura ao projeto apresentado, faz com que o presidente da Câmara Municipal de Ílhavo encare o futuro e a consolidação do CITAQUA com particular confiança, numa importante aposta estratégica do desenvolvimento da Aquacultura no panorama nacional, com claro enfoque na Região centro e no Município de Ílhavo”, comenta o autarca em nota de imprensa.



HOMENS DO MAR

Alto, forte, espadaúdo, um castelo de um jovem, engolido pelas águas – assim era o João Agra, nascido em Ílhavo, em 29 de Agosto de 1934, filho de Manuel da Rocha Agra e de Leonor de Jesus. Com a cédula passada pela capitania do Porto de Aveiro, em 21 de Janeiro de 1951, tinha a formação da Escola de Pesca e fora tripulante do Milena de 1951 a 1956, como como moço nos dois primeiros anos, passando a verde, a maduro e a 2ª linha, à data do acidente.



RÁDIO VOZ DA RIA | COMUNIDADE PORTUÁRIA DE AVEIRO EM FOCO

No espaço da Comunidade Portuária de Aveiro, o destaque vai, nesta edição, para a conversa com Etelvina Almeida. Para além de fotógrafa, é uma apaixonada pela Ria de Aveiro e pelas suas tradicionais embarcações. Etelvina Almeida fez mesmo um estudo sobre os barcos tradicionais da laguna, nomeadamente o barco Moliceiro.



No dia 17 de janeiro, no Museu Marítimo de Ílhavo, teve início o Workshop "Construção do plano fílmico" (1ª sessão), no qual participam 20 alunos do 3.º ciclo e do Ensino Secundário dos agrupamentos de escolas dos municípios de Ílhavo e Aveiro.
Esta formação, dinamizada pelo realizador Pedro Magano, irá decorrer semanalmente até ao mês de fevereiro, num total de cinco sessões, e tem como objetivo dar a conhecer as noções básicas sobre a construção de um plano fílmico, resultando posteriormente na criação de uma obra que será submetida ao concurso Novas Vistas Lumière, integrado no programa do Mar Film Festival (4 a 6 de maio).



Este festival de cinema, que tem como referente temático o Mar, explorando a multiplicidade de expressões que a imagem em movimento tem desenvolvido em torno do universo marítimo, é organizado pela Câmara Municipal de Ílhavo/Museu Marítimo de Ílhavo em parceria com o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra e decorrerá entre os dias 19 e 21 de abril.



HOMENS DO MAR

José Duarte Oliveira, de alcunha Zé Pinto, nasceu na Gafanha da Nazaré, a 2 de Setembro de 1913. Tendo começado cedo a vida marítima como moço, de 1936 a 1940, inclusive, foi um óptimo pescador no lugre com motor "Rainha Santa Izabel", tendo mudado de 1941, até à fatídica campanha de 1952, para o lugre "Dom Denis", em que foi sempre pescador especial e, contramestre, nos anos de 45, 49, 51 e 52.



VELA

A Academia de vela do CNBB esteve presente na 2.ª PCR Norte (Prova de Apuramento Regional) organizada pelo Clube Naval de Leça em Leixões, com as suas equipas de laser e 420.



HOMENS DO MAR

José Luiz Nunes de Oliveira, de alcunha (Codim), nasceu em Ílhavo, a 17 de Novembro de 1923, na Rua de Cimo do Vila, nº 97.
Completou o Curso de Pilotagem em 1944/45, sendo portador da cédula marítima nº 112.210, passada pela Capitania do Porto de Aveiro, em 2 de Setembro de 1946.
Antes de enveredar pela pesca do bacalhau, o que era mais usual em Ílhavo, entre 1946 e 49, foi oficial do paquete Lourenço Marques, da Companhia Nacional de Navegação, no qual viajou para as ex-colónias, incluindo Índia e Timor.



feed
mapa
Publicidade